Dia 155

Depois de um bom tempo por aí deixando a vida acontecer e o vento me levar por onde devo ir, de passar por tantas aventuras e “desaventuras”, a minha parceria junto ao Ucayali irá tirar férias, ou irá se encerrar, só a vida dirá.
Fui presenteado pela vida com possibilidades maiores das quais eu vivo hoje, ou seja um plano maior me espera aí.
É com muita alegria que estou voltando para Ribeirão Preto. Sim, voltando, mas por pouco tempo, apenas uns dias, porque agora é hora de dizer adeus!
A vida está me levando para uma aventura da qual tudo é possível, onde estarei rodeado apenas pelo mar e me movendo dias e dias apenas pelo vento. Um oceano me espera para ser enfrentado.

Apenas um resumo feliz do que passei:
Busquei um caminho profundo para dentro do meu ser, me conhecer, passando 35 dias sem contato físico e próximo de seres humanos. Meditando, pescando, lendo, colhendo comida, vivendo do mínimo. Aprendi a observar a natureza e entendê-la do seu jeito único, constante e bela. De tanto que aprendi, por ela me apaixonei.
Conheci pessoas importantes na minha vida, algumas me salvaram da loucura por pouco, muitos dias sozinho. Valeu Gusta, de verdade, aquela cerveja contou muito e me deu forças para seguir.
Aprendi a pescar e entender melhor o mar com pescadores, sim, sai para puxar e soltar rede em alto mar. Experiência única.
Visitei lugares lindos no caminho, principalmente ilhas, da qual criei um amor eterno por esses pequenos pedaços de terra rodeados apenas pelo mar e sem ou poucos seres humanos.
Passei dias com um grande amigo, que se tornou um irmão mais velho pra mim, Grande Capitão Augusto, me ensinando e me levando sempre para novas aventuras, muito obrigado por tudo até agora meu grande amigo.
E enfim cheguei a ilha grande, e muitas histórias, muitas pessoas, vida que se seguiu e até trabalhar de garçom tive oportunidade. Ilha Grande deixará saudades, única ilha do mundo que a vida segue 24 horas por dia sem descanso.
Vivi sem dinheiro, apenas 60 centavos por mais de 10 dias, pouca comida a bordo e toda economia me faria ficar mais tempo viajando. Troquei peixe recém pescado por comida com a dona de um bar.
Fiz churrasco de pescado fresco em um veleiro de um amigo, ganhei comida que fiz render dias, Valeu Aureo Obelix e boa viagem para você, tomara que seus planos prosperem!

Conclusão de tudo isso:
Sabe aquele conceito, se você não for atrás, ninguém irá por você?
Mentira, se você está no caminho dos seus sonhos, mesmo sem planejamento, a vida acontece sem você fazer nada, literalmente espere sentado.
A diferença é que essa vida aí dentro (sociedade) não te dá o tempo necessário para acontecer, sempre tudo muito rápido.
Ah, agora vem a notícia ruim para algumas pessoas aí, errado é você trouxa que ainda vive aí dentro dessa caixinha, eu descobri que a vida é muito mais do que isso, e te garanto, meu exemplo está aí. Minha vida deu mais um passo para o “impossível” e você?
Trabalhei, juntei dinheiro, casei, e agora é hora de viajar até o “vento” acabar!
Tire sua bunda do sofá e comece a estudar o seu sonho para tornar realidade. E foda-se o que os outros falem.

E agora Atlântico, não sai dai não que eu estou chegando!

Aí pessoas, estou indo para os EUA e devo voltar, se alguém quiser alguma coisa de lá me chama no inbox, saindo final desse mês agora e devo voltar daqui 3 meses.

Aí valeu quem leu!
Vou meter o pé, pois não tenho muito tempo para isso aqui não, vou esperar a vida acontecer!
A vida em terra acontece e a vida no mar se segue!
Abs!

By: LUCAS MACARIO DOS SANTOS